segunda-feira, 28 de julho de 2014

:)



Em relação ao amor só tenho rascunhos...


... parte de mim será sempre diferente.

terça-feira, 15 de julho de 2014

:)


Thanks for the love...


... Don't forget to smile.




https://www.youtube.com/watch?v=nk-sgpN_Lwg#t=24

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Existe vida após você...








Não quero que me vejam, quero que me sintam...

sexta-feira, 11 de abril de 2014

;)



Quando a gente se ama!

Quando me amei de verdade

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar. Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades. Hoje sei que isso é...Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo. Hoje sei que o nome disso é... Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes. Hoje descobri a... Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!

https://www.youtube.com/watch?v=eVlvcgcHPTQ

(Charles Chaplin)

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Só!







Podem dar-me música, que eu só dançarei de saltos altos... 

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

:-)



Se sinto saudades, sinto!

Se sou feliz, muito!

Apesar de saber que o meu passado será sempre uma metade de mim... :-)


terça-feira, 30 de abril de 2013

Eu!





Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…


domingo, 7 de abril de 2013

Eu não sei mais nada...




Uma pessoa entra na vida de outra para ensinar alguma coisa, para aprender, crescer...

... e quero voltar aprender. ;-)

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Amei!




http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ZD57iiI1V20#!


Pablo Neruda- Te Amo.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Momentos!






Porque é que nos sentimos magoadas quando ninguém nos toca?!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Mesmo!





Gostava de viver depois de morrer...  

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

:)




Hoje simplesmente estou assim...


Tenta olhar para dentro de ti, procura, vais encontrar...







sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

(Re)vejo-te...






Só me ocorre esta frase:



Ama e abusa...

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Hoje quero...




... tudo que eu detestava.


Sempre é para sempre!


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Onde estás?




Morrer exige duas pessoas. Morrer exige sempre duas pessoas. A que morre e a que aceita essa morte. Estás aqui e é contigo que quero passar os meus dias. Lamento, mas nunca terás a minha despedida. Terás as minhas palavras, todos os dias como sempre foi todos os dias. Terás os meus olhos fechados nos teus, como sempre os teus fechados fechavam os meus. Lembras-te de que assim que adormecias eu adormecia também? Como se estivéssemos ligados por um qualquer mecanismo biológico. Tu dizias: vou dormir. E eu nem dizia nem deixava de dizer. Simplesmente te olhava, lentamente, a fechares os olhos – e, ao mesmo tempo, fechava, lentamente, tão lentamente como o teu lentamente, os meus. E assim adormecíamos, todos os dias e todas as noites, juntos, verdadeiramente juntos, a dormir o mesmo sono. Nem a dormir deixávamos de estar juntos. Se sonhava, sonhava-te. Sentia-te por dentro de tudo o que vivia. Eras a parte de fora de mim – o corpo que me pertencia como me pertencia a vida. Nem penses que te permito morrer. Morrer exige duas pessoas.
Onde estás que preciso de viver outra vez?


Pedro Chagas Freitas

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Nunca será um silêncio...




Deixa o silêncio ficar em nós, agora que nos acompanha, vamos ter sempre esta constante, este saber que muitos dos teus e dos meus silêncios são silêncios nossos, silêncios de quem se recolhe neles para entrar em outro mundo, num mundo só nosso, este silêncio vai manter-se na alma um do outro.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Momentos...




Can you hear them talking, hands touching, drawing unfinished truths on her skin...

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Esquecidos lá no ...



Esses olhos teus olhando nos meus... fazendo doer... sem sequer saber...

Esses olhos teus olhando nos meus como quem quer beijar, fechar...

Ai esses olhos meus. Ai esses olhos teus...

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Apetece-me...




Simplesmente...

Em que lugar do passado ficamos nós esquecidos?

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Meu sotão de coisas perdidas...

Finalmente
Tempo para ti para mim para nós
Andei dois dias perdido, sem saber o que fazer 
Melancolico e a sentir-me bem por dentro
Melancolico porque não te tenho, estás longe 
e não te posso dar o que queria dar 
nem um simples olhar
Sinto-me bem porque existes no meu mundo
existes para mim e isso a mim deixa-me bem
Fumo um cigarro mando-te uma mensagem
penso em ti
Que andas a fazer?Estarás bem?
Quero que estejas 
Vou embrenhar-me em ti agora, ler te com atenção no nosso canto
Tenho saudades tuas peste
odeio-te

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Je ne...



Je ne te comprend plus. Un coup tu m'aimes, un coup tu m'aimes plus. Un coup tu me veux, un coup tu me veux plus. Je ne suis pas un objet. Tu joue avec mon être et ça fait tellement mal. Et magrès tout je te reviens finalement, on dirait que je suis conne, stupide. Mais plutôt, folle amoureuse. Mais c'est vraiment difficil de réussir à avoir une relation stable alors que tu changes toutes les deux secondes, un jour noir, un jour blanc. Comment te comprendre avec ça ? Dis moi, comment ?

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Única.


've lied to you
The same way that I always do
This is the last smile
That I'll fake for the sake of being with you

Everything falls apart
Even the people who never frown
Eventually break down
The sacrifice of hiding in a lie
Everything has to end
You'll soon find we're out of time
Left to watch it all unwind
The sacrifice is never knowing

Why I never walked away?
Why I played myself this way?
Now I see you're testing me
It pushes me away

I've tried, like you
To do everything you wanted to do
This is the last time
I'll take the blame for the sake of being with you

Everything falls apart
Even the people who never frown
Eventually break down
The sacrifice of hiding in a lie
Everything has to end
You'll soon find we're out of time
Left to watch it all unwind
The sacrifice is never knowing

Why I never walked away?
Why I played myself this way?
Now I see you're testing me
It pushes me away

We're all out of time
This is how we find how it all unwinds
The sacrifice of hiding in a lie
We're all out of time
This is how we find how it all unwinds
The sacrifice is never knowing

Why I never walked away?
Why I played myself this way?
Now I see you're testing me
It pushes me away
Pushes me away


Acordei...

Ao toque, o teu corpo...

E sozinha na minha fria cama, finalmente adormeci...


sábado, 29 de setembro de 2012

Dancei. Dancei. E dancei.




Intenso...

Inteiro...

Integral...

Indescritível...

É um balançar no tempo...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Afinal... falar para quê?






A distância muitas vezes separa as pessoas mas, as lembranças se encarregam de aproximá-las...

terça-feira, 4 de setembro de 2012

...





You can't scare me...

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Simplesmente...






Porque sim...

domingo, 5 de agosto de 2012

Aiii "poisé"... :D



Um homem só encontra a mulher ideal quando olhar no seu rosto e ver um anjo tendo-a nos braços, ter as tentações que os demônios provocam...



(Pablo Neruda)

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Quero!



I wanted to kill you...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Apetece-me dançar...

E eis que de repente...

Quero dizer que não, que sim, talvez, ou simplesmente... silêncio!

Tudo é temporário... tudo!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Eu...



Sei quando cresço com as pessoas...!
Sei, ignorar quando me convém, sei observar, sei ler entre linhas... sei fazer silêncio... sei ler nos mais simples movimentos...!
Sei aquilo que quero guardar ou deitar fora!
Sei quem sou... ;-)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Meus momentos....



Na vida existem momentos... inesquecíveis, ou apenas momentos...


terça-feira, 29 de maio de 2012

Cada vez mais...




far away.

let me not go, because one day I can not go back...

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Pensamento...



I don’t want to be...

;-)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Será...?

O amor...

Pode começar com uma sensação de angústia, de insegurança, aquela dor no estômago ou um aperto no peito... será?

Ser e não ser... Sou!

sábado, 19 de maio de 2012

Sei...

Eu quero mais, sorrisos autênticos, palavras cheias, olhares incentivadores...

Invento-me, (re)invento-me!

I know the consequences of the choices you're making!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Dá...




 You give me everything just by breathing...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Porque quero...


O contorno do corpo cheio de ruído...

Would you give me your heart only for one night?

Would you give me your life if I dare to try?

Would we play different roles just to live two lives?

The Gift- Meaning of Life

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Tu querias actos e eu queria sentimentos...



"Somos donos de nossos actos,
mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos,
mas não somos culpados pelo que sentimos;
Podemos prometer actos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Actos são pássaros engailoados,
sentimentos são pássaros em vôo."

Mário Quintana

Sinto...





... a sua falta. Das conversas, risos, gargalhadas... dos momentos!   Gosto de si! Da sua voz a dizer "My dear"!  Sinto, ponto final! :p

quarta-feira, 25 de abril de 2012

A música do momento... na minha vida!


Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
E sei dos teus erros
Os meus e os teus
Os teus e os meus amores que não conheci
Parasse a vida
Um passo atrás
Quis-me capaz
Dos erros renascer em ti
E se inventado, o teu sorriso for
Fui inventor
Criei o paraíso assim
Algo me diz que há mais amor aqui
Lá fora só menti
Eu já fui de cool por aí
Somente só, só minto só
Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz...
Se há tulipas
No teu jardim
Serei o chão e a água que da chuva cai
Para te fazer crescer em flor, tão viva a cor
Meu amor eu sou tudo aqui...
Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
Não sou tão só, so


The Gift-Primavera.

quinta-feira, 15 de março de 2012

?




Momento de saudade. Momento de inspiração. Momento de eu me ver tal como sou, com defeitos, virtudes. Momento   de corrigir o que está mal, e aperfeiçoar o que é bom. Mas acima de tudo momento de me valorizar...


;-)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Demora?...



Are you coming?...

;-)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Um passado tão distante...

Dias de tanta raiva!

Dias de tanta saudade!

Dias de tanta revolta!

Dias de tanta culpa!

Dias de tanta coragem!

Dias de tanta certeza!

Dias de tanta incerteza!

Dias cheios de tantos momentos...

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

;-)


Só a tua máscara... odeio-te!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Recomeçar...

 -Então não o ama  mais?

-Amo. Só guardei isso. E tranquei. Foi preciso...



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Siga-me...


Ninguém pode voltar no tempo e fazer um novo começo...

Hoje voltei a sentir... saudades!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

;-)




Nothing good comes easy ...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Estupidez...



 
Não morri... por enquanto... apesar de em alguns momentos me sentir quase lá....

Apetece-me... o silêncio!


quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Baloiço...

O que é que eu quero da vida?

Porque volto sempre aos lugares onde fui feliz?...

Julguei-me tantas vezes isolada quando reflectia sobre...

mais um baloiço de momentos vividos...

Tudo perguntas sem resposta. 

E o que me resta é só baloiçar...